Capacitar uma empresa líder em bebidas com Self-Service Analytics

17-09-2019

Contexto

Uma empresa global de vinhos e bebidas espirituosas possui uma grande variedade de marcas e de bebidas em todo o mundo. Com uma abordagem focada no consumidor, a organização esforça se para fornecer os produtos mais relevantes para cada um de perfis dos seus clientes-alvo.

A empresa iniciou um compromisso com a Keyrus para dimensionar sua equipa de business intelligence (BI), a fim de fornecer relatórios mais rápidos e novos sobre os projetos. Como líder de mercado, eles sabiam que precisavam continuar a investir e inovar para perceber melhor os seus clientes. Isso pressionou a equipa de BI a produzir relatórios e análises cada vez mais robustos e complexos.

A empresa achou difícil contratar ou treinar funcionários para habilidades analíticas e experiência no mercado de bebidas, por isso decidiram aumentar a sua equipa com um parceiro de consultoria estratégica que pudesse adaptar se às necessidades da equipa.

Eles estavam a usar o Oracle BI como o seu principal editor de BI, mas os utilizadores corporativos acharam um desafio, tanto para aprender quanto para usar. Eles queriam mudar para uma ferramenta mais orientada ao auto-atendimento para substituir o Oracle BI e se afastar de um modelo tradicional de BI. Eles precisavam de uma solução de visualização de dados mais escalável para alcançar os seus objetivos.

Ao implementar a análise de auto-atendimento, a empresa queria simultaneamente, procurar análises avançadas para fazer melhorias mensuráveis e começar esse processo pela segmentação de contas. Eles queriam concentrar melhor os esforços de vendas de campo ao nível da loja e ajudar a garantir que as marcas sejam posicionadas correctamente durante o processo de vendas.

Solução

                                                                                                              ANALÍTICA DE AUTO-SERVIÇO

A organização realizou uma avaliação das principais ferramentas de auto-atendimento e escolheu o Microsoft Power BI como editor económico. A Keyrus liderou então uma prova de conceito (PoC) do Power BI, para avaliar a capacidade da ferramenta de abordar cenários de negócios da vida real e recomendar as próximas etapas.

Os objetivos foram:

  • Criar um conjunto de painéis do Power BI para tratar de três casos de uso identificados pela empresa e para avaliar a capacidade da ferramenta de atender aos requisitos de negócios
  • Orientar os usuários corporativos sobre como usar o Power BI para análise de auto-atendimento
  • Orientar a equipa de TI sobre como governar o Power BI de maneira bimodal e avaliar o impacto da mudança na organização
  • Recomendar as próximas etapas para aumentar a adoção do usuário e a implementação bem sucedida da organização

Após um PoC bem-sucedido, a nossa equipa projetou e construiu um conjunto de painéis do Power BI com base nas especificações e modelos fornecidos. A implantação e implementação da solução incluíram teste de aceitação do utilizador (UAT), formação técnica e comercial, documentação e entrega da solução à equipa de TI. A solução do Power BI é uma ferramenta visual mais moderna e avançada que a solução que a  empresa tinha até esse momento.

SEGMENTAÇÃO DE CONTA

A organização iniciou uma iniciativa estratégica na segmentação de contas, para concentrar melhor os esforços de vendas em campo. Com mais de 250.000 contas ativas nos EUA, eles precisavam de um processo de segmentação automática de contas discreto. Eles tinham conduzido um PoC com a intenção de usar um algoritmo de aprendizado supervisionado para aprender a rotular automaticamente as contas com segmentações apropriadas.

A empresa contratou a Keyrus para produzir o PoC e dimensionar os principais componentes do sistema de aprendizado de máquina, para que a segmentação de contas pudesse prosseguir automaticamente com alta confiança. Trabalhamos com sua equipa para criar árvores de decisão em Python, executar a limpeza de dados e gerar saídas de várias fontes de dados de entrada. A equipa da Keyrus, produziu medições de precisão para dar uma sensação de confiança sobre o desempenho da máquina e essas métricas foram compartilhadas até ao nível executivo.

O conhecimento da nossa equipa no segmento de bebidas e álcool permitiu uma implantação mais rápida do modelo de dados e de treino de utilizadores de negócios.

Resultados

Com um modelo de BI de auto-atendimento, os negócios não precisam mais de contar com a equipa de TI para criar novos relatórios. Os painéis do Power BI fornecem acesso ao vivo dos dados de qualquer dispositivo e aliviam o ônus de ter que compilar relatórios do Excel mensalmente. O rastreamento do desempenho comercial com uma ferramenta de auto-atendimento passou agora a ser atractivo e interativo.

Os novos painéis do Power BI permitem que a organização:

  • Entenda e analise o desempenho dos seus produtos à medida que os distribuidores os vendem para os retalhistas. Os gerentes podem isolar mercados / contas / marcas com desempenho fora da norma e investigar o que pode ser melhorado.
  • Entenda em que tipo de contas os produtos apresentam um bom desempenho e quais oportunidades futuras podem ter, usando uma matriz de segmentação de contas criada com um modelo de aprendizado de máquina.
  • Mergulhar de forma profunda nos atributos da conta dos retalhistas que vendem as marcas da empresa. Os analistas podem entender o seu desempenho em contas de alta prioridade e acompanhar o seu crescimento mês a mês.
  • Auxiliar os gerentes a entender onde podem existir as ineficiências no gestão das contas; se uma conta mudou de baixa prioridade para alta, e se está a vender o suficiente.
  • Obter informações sobre o ROI da estratégia de preços e como o ajustar para os próximos meses.
  • Avaliar as marcas em comparação com os concorrentes de sua divisão.
  • Analisar o desempenho das suas marcas nos principais centros de transporte.

Pronto para começar?